Editorial

Seguir os passos de Baltasar e Blimunda

Alguns romances, mais do que lidos, merecem ser habitados, percorridos. Memorial do Convento é, sem dúvida, um desses livros que convocam os leitores a diferentes formas de vivência. E agora, graças à união de vontades – e de muito trabalho – das Câmaras Municipais de Mafra, Lisboa e Loures, está prestes a ser lançada, com o apoio da Fundação José Saramago, a Rota do Memorial do Convento. 

Em novembro passado foi inaugurado o site da Rota com todas as informações necessárias para os interessados no percurso cultural. O escritor e crítico literário Miguel Real é o responsável pela curadoria de conteúdo da página on-line, que, para além da parte histórica e literária, apresenta também aos seus visitantes uma biografia o Prémio Nobel português.

A última etapa de trabalho a ser realizada foi a instalação da sinalética do percurso. A expectativa é que já no mês de maio a Rota possa ser oficialmente inaugurada. Em breve serão anunciadas uma série de iniciativas com o objetivo de convidar turistas (nacionais e estrangeiros) e leitores a seguirem os passos de Baltasar e Blimunda. 

Em 1717 começou a ser levantado o Palácio Nacional de Mafra. Em 1982, José Saramago publicou um romance sobre a construção desse convento. Agora será possível percorrer os caminhos e tocar as pedras dessa história.