Blimunda # 45, fevereiro de 2016

capa_blimunda_45_fevereiro_2016

Descarregar português
Ler no Scribd

A Blimunda de Fevereiro estreia uma nova secção, “Os livros do Desassossego”. A começar, o músico Mário Laginha mostra quais alguns dos livros que o acompanharam no concerto que integrou o programa dos Dias do Desassossego do passado mês de novembro.

O Museu Nacional de Arte Antiga lançou recentemente uma campanha, pioneira em Portugal, de financiamento coletivo para a aquisição do quadro «Adoração dos Magos», de Domingos Sequeira. A Blimunda entrevistou António Filipe Pimentel, diretor do MNAA, sobre esta iniciativa e sobre os desafios de dar mais visibilidade a um dos mais importantes museus portugueses.

Fora dos grandes grupos editoriais e longe das cadeias livreiras
dominantes há um rico universo na área da banda desenhada. Dezenas de autores asseguram os seus projetos de edição, tirando partido da democratização dos meios de produção gráfica. A Blimunda conversou com O Clube do Inferno, uma das mais conceituadas editoras underground de Portugal.

A VII edição da Ilustrarte, Bienal Internacional de Ilustração para a
Infância, teve como tema involuntário as casas, com todo o poder simbólico que elas representam. Neste número da revista visitamos as várias moradas construídas por ilustradoras e ilustradores.

Neste mês de fevereiro chega às livrarias o ensaio Aprende, Aprende o meu Corpo. Sobre o Amor na Obra de Saramago, de autoria de Óscar Aranda. Esta edição da revista publica o prefácio da obra, um texto de Helder Macedo sobre o Feminino na obra do autor de Ensaio sobre a Cegueira.

Boas leituras e até Março.