Blimunda # 18, novembro de 2013

capa_blimunda_18

Descarregar  português
Ler no Scribd

No mês dos 91 anos de José Saramago, a Blimunda traz com ela duas entrevistas de Sara Figueiredo Costa a dois dos jovens autores mais promissores em língua portuguesa: Afonso Cruz e Ondjaki. O primeiro acaba de lançar o seu novo romance Para onde vão os guarda-chuvas (ed. Alfaguara), o segundo, Ondjaki, que acaba de ser distinguido com o Prémio Literário José Saramago, atribuído pela Fundação Círculo de Leitores, pelo romance Os Transparentes (Ed. Caminho).

Em estreia nas páginas da Blimunda, Jeronimo Pizarro traz-nos um texto sobre literatura de viagens, com passagens por Pessoa, Camilo Pessanha ou Dinis Machado.

No infantil e juvenil, destaque para os 130 anos que a Biblioteca de São Lázaro, em Lisboa, está a comemorar, partindo do texto absolutamente atual de Feio Terenas, o primeiro bibliotecário da rede de Bibliotecas de Lisboa. Presente também nas páginas desta secção a recente edição portuguesa de Como Apanhar uma Estrela, de Oliver Jeffers, pela Orfeu Negro.

;

Quase a terminar, o centenário de Camus não é esquecido, através de um texto de Juan José Tamayo, que integra a sua obra Cincuenta intectuales para una conciencia crítica, publicada em Barcelona pela Fragmenta. E como dos 91 anos de José Saramago se trata, a Blimunda entrou nos arquivos da Biblioteca que leva o nome do autor e descobriu as dedicatórias que outros escritores deixaram gravadas em livros que ocupam as prateleiras daquele magnífico espaço. Um trabalho de arqueologia literária que terá continuidade no próximo número da Blimunda.

A terminar uma nota para a capa desta edição, que apresenta algunas mudanças gráficas permitindo um contacto mais rápido com os temas que preenchem as suas páginas. Para janeiro, outras mudanças se anunciam.

A todos, boas leituras!

Advertisements